Logo | Prof. Ricardo Pastore

E-Commerce

10/06/2012

Dos 10 maiores varejistas americanos online*, seis são especializados, sendo cinco em equipamentos eletrônicos, computadores e acessórios. O único especialista que não atua nesse segmento, revende livros, músicas e filmes, boa parte sob demanda, a Netflix, que já está no Brasil. Apenas quatro são varejistas que oferecem produtos em geral (exceto alimentos), o chamado mass merchant. A Amazon, primeira da lista como um todo, faturou em 2011, US$ 48,1 bi com crescimento de 40,6%. A segunda da lista do mass mechant e quarta no geral, o Walmart, faturou nos EUA US$ 4,9 bi e cresceu 19,7%. A terceira e sétima da lista, o Grupo Liberty Interactive Corp., faturou US$ 3,8 bi e cresceu 23,7% e a quarta e oitava entre os dez, a Sears, vendeu US$ 3,6 bi com 16,0% de crescimento sobre 2010.
Com o mercado americano em crise, crescer entre 16,0 e 40,6% é mais que um excelente resultado, é um sinal de tendência, de novos caminhos e novos mercados.
O Núcleo de Estudos e Negócios do Varejo da ESPM oferece há 4 anos o Curso de E-Commerce, Os Novos Caminhos do Varejo e forma cerca de 100 alunos por ano.
* fonte: top 500 guide. internet retailer, 2012.

Ricardo Pastore, Prof. Msc
Coordenador do Núcleo de Estudos e Negócios do Varejo da ESPM
http://varejo.espm.br


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

magnifiercross